terça-feira, 12 de maio de 2009

“Afonso o Conquistador” de maria Helena Ventura


Já o tinha em casa há bastante tempo mas só agora decidi ler o livro de Maria Helena Ventura “Afonso o Conquistador”.

Um livro sem grandes surpresas, bem escrito, fruto de uma pesquisa profunda (que está bem patente na bibliografia consultada que a autora nos apresenta no final), que nos dá aquilo que a sua sinópse promete.

A autora apresenta-nos numa mistura feliz da história real e de alguma ficção, um romance em que Afonso Henriques surge intrépido, fogoso, quase invencível, líder incontestado, determinado, perseguindo os seus objectivos recorrendo, para tal, quer ao uso da força, quer da astúcia e mesmo à intriga.

Mas, ao mesmo tempo, mostra-nos o outro lado: o do homem que sonhou um reino ao qual queria, a todo o custo, acrescentar “chão”, o homem amante da vida, leal para com os seus amigos, personagens da sua gesta, que soube “donear” como poucos, soube ser meigo, apaixonado, amar profunda e carinhosamente os seus filhos, naturais e legítimos, e também a sua “senhor”, Matilde de Saboia (para a maioria dos autores portugueses Mafalda), donzela que foi aprendendo a amar e a respeitar.

Sem comentários:

Publicar um comentário